JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.
Parque das Nações, Chácara 73 Rua 11 – Padre Lúcio, Águas Lindas/GO

Uso abusivo de álcool, ansiedade e depressão: efeitos colaterais da pandemia no Brasil

Problemas com Álcool ou Drogas? Podemos ajudar!
(61) 99870-8865 / (61) 99905-8865
redacao-sobre-drogas

As internações por dependência química cresceram 54% de março a junho em 2020. Com o medo e a insegurança promovidos de forma generalizada durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o uso de álcool e outras drogas se tornou ainda mais comum. Dados do Ministério da Saúde mostram que houve um aumento expressivo de internações de dependentes químicos no Sistema Único de Saúde (SUS) durante a ascensão da enfermidade no país.

Um levantamento do SUS aponta que as internações cresceram 54% de março a junho em 2020, em relação ao mesmo período de 2019. A dependência química, associada aos quadros de ansiedade e depressão, que também evoluíram com a pandemia, provocam uma ameaça à saúde.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou a recomendar no ano passado que os países limitassem a venda de bebidas alcoólicas. Em Palmas, essa restrição durou pouco tempo e, por medida judicial, a população teve livre acesso ao consumo de álcool na pandemia.

Cintra IT - Tudo para sua empresa ou negócio viver bem na web.

Já a venda de outras drogas é um campo ainda mais desconhecido, tendo em vista a ilicitude da maioria dos alucinógenos e o tráfico instaurado país afora. Dados da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins (SSP) revelam que houve um aumento de 21,2% no atendimento de ocorrências ligadas ao tráfico de drogas. Em 2020 foram 394 atendimentos, no ano anterior foram 325.

Tratamento

Os dados são preocupantes, porém, atualmente existem diversos serviços que objetivam o tratamento de alcoolismo e a dependência química. Para além dos serviços oferecidos no SUS, a Capital conta hoje com varias comunidades terapêuticas que oferecem a recuperação para dependentes químicos e alcoólicos por meio de tratamento psicossocial.

O tratamento, que pode durar de seis a nove meses, é multidisciplinar e os assistidos contam com serviços de psiquiatria, psicologia, enfermagem e terapia ocupacional. O espaço também oferece apoio espiritual, por meio de igrejas evangélicas e católicas que dão suporte à unidade de saúde.

Cintra IT - Seu site profissional responsivo! Ligue (61) 98416-7091

Veja mais

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através do navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.